Ecografia ginecológica

Descrição

A ecografia ginecológica é um exame de diagnóstico que nos permite avaliar os órgãos do sistema reprodutor feminino, como o útero e os ovários. A ecografia ginecológica pode ser por via endocavitária, em que a sonda é introduzida pela vagina (via transvaginal ou endovaginal) para uma melhor avaliação dos órgãos ginecológicos; ou por via transabdominal ou suprapúbica, em que a sonda é colocada exteriormente na região pélvica.

As duas abordagens (transvaginal ou transabdominal) podem ser usadas de forma isolada ou em conjunto para obter um diagnóstico mais preciso possível.

A ecografia ginecológica é um exame utilizado frequentemente no diagnóstico de diversas patologias, como por exemplo, endometriose, miomas uterinos, pólipos ou hiperplasia do endométrio, carcinoma do endométrio, quistos dos ovários, carcinoma do ovário…

O exame pode ser realizado como rastreio, ou solicitado perante alguns sinais ou sintomas, como dores na região pélvica, hemorragia vaginal, corrimento vaginal, infeção pélvica, dificuldade em engravidar, entre outros.

Preparação para o exame

Não é necessário realizar qualquer preparação prévia, nem cumprir qualquer tipo de jejum. A mulher pode tomar a medicação habitual.

O período ideal para a realização da ecografia ginecológica é a primeira fase do ciclo menstrual, ou seja, na semana seguinte ao término do período menstrual, uma vez que é nesta fase que o endométrio apresenta a menor espessura.

A realização por via endovaginal (pela vagina) deve ser evitada quando a mulher está menstruada (maior heterogeneidade do endométrio, maior desconforto para a examinada e questões higiénicas).